Esteticamente lindo e gastronomicamente acolhedor

Essa é a ideia inicial que fez nascer o Canto. Um restaurante que poderia estar no Soho em NY ou até no Leblon – Rio de Janeiro. Com uma atmosfera cosmopolita, o restaurante é dedicado a conforto e sorrisos, para estar em família ou com amigos, em momentos especiais ou simplesmente para trazer bossa ao dia.

Tudo partiu da paixão dos arquitetos Francyne Rabaioli e Igor Freitas, por gastronomia e boas experiências. O casal, que assina projetos contemporâneos e sofisticados, já havia caminhado pelo mundo da boa comida e com o Canto consolidam uma proposta completa que mescla um jeito especial de ser e fazer.

O cardápio é assinado pelo renomado chef Ian Baiocchi, do IZ de Goiânia, que traz em sua trajetória atuação nos premiados restaurantes espanhóis El Celler de Can Roca, Sérgio e Javier Torres e Mugaritz, além dos brasileiros D.O.M., de Alex Atala, e o Maní, de Daniel Redondo e Helena Rizzo.

O Canto é lugar para estar, sentir e compartilhar. Do tipo <<lugar ideal>>. Sem afetação e nem por isso menos interessante. Sofisticado e descolado. Desses que tornam a vida mais especial.